28.5.10




A menina Albertina partiu hoje. Escreveu. Não. A menina Alice partiu hoje. Corrigiu. Não. A menina Odete partiu hoje. Não. A menina Doroteia partiu hoje. Não. Hoje partiu uma menina, mas eu não me lembro do nome que ela levou.

5 comentários:

Rita disse...

Teres morto a Alice já não tem agora a importância que em tempos teve; são outros e outras os que agora te leem e eu já conheço as tuas artimanhas, amigo. :)

Passaram-se seguramente cinco anos. Ainda bem que voltaste, meu coleccionador de borboletas!

Boa caçada!

tst oproprio disse...

A menina Albertina, Alice , Odete partiu hoje. Não. Hoje partiu uma menina, mas eu não me lembro do nome que ela levou....

PArte as meninas que quiseres pá...
se partiram e não levaram o nome é porque tinham pressa....

alguma coisa lhes fazes para elas partirem...

a não ser que isso seja uma casa mortuária....

tst oproprio disse...

As frases que os Homens escrevem nas paredes, nas cabeças, nas estátuas,nas vossas entranhas.

Aquelas que tiram ou nos dão o ar. Que alimentam a revolta, que reciclam o conformismo. Ou o sarcasmo, ao menos arrancar a carne aos vivos é preferível que fazê-lo aos mortos.

orfãos nascidos das mulhers
orfãos das palavras

todos nós...
fesco

tst oproprio disse...

acho que deves ter partido

Gingerbread Girl disse...

Genial. Mesmo. Estou meia surpresa até. :|